Ketocal

 

 

 

 

Transforma o prognóstico da

 

 

Epilepsia Farmacorresistente

 

KetoCal® é uma dieta cetogênica para crianças com epilepsia refratária a medicamentos.

Ketocal® contém 4g de gordura para cada 1g de carboidratos + proteínas e é adicionado de todas as vitaminas e minerais em quantidades balanceadas, contribuindo para o alcance e manutenção do estado de cetose e o alcance das metas nutricionais.

KetoCal® pode ser administrado por via oral e/ou através de sonda nasoenteral, gastrostomia ou jejunostomia. KetoCal® apresenta sabor “lácteo” e excelente aceitação via oral. Pode ser consumido puro, misturado a outros alimentos ou em preparações culinárias.

Indicações:

Epilepsia refratária e outras condições que requerem terapia nutricional com dieta cetogênica, como deficiência do complexo piruvato desidrogenase e síndrome de deficiência do transportador tipo 1 de glicose (Glut1-DS).1-10

Eficácia clínica comprovada.

 

 

Modo de Preparo

 

 

Recomendação de uso:

A quantidade diária de KetoCal® e sua respectiva diluição devem ser determinadas por médico ou nutricionista.

Para preparo na densidade calórica de 1,5 kcal/ml (diluição padrão), adicionar 21,3g de KetoCal® para cada 79ml de água (volume final aproximado = 100ml).

A preparação com a densidade de 1.0 kcal/ml é de adicionar 14,2g de pó de Ketocal para cada 86ml de água (volume final aproximado = 100ml).

 

Modo de Preparo:

Colocar a quantidade de água necessária em um recipiente. Adicionar a quantidade de KetoCal® prescrita e mexer até o pó dissolver completamente.

KetoCal® pode ser consumido puro, misturado a outros alimentos ou em preparações culinárias.

KetoCal® é uma ótima solução para tornar mais prático o preparo das refeições.

 

Precauções:

Somente para ingestão via oral ou enteral. Proibido o uso por via parenteral.

Durante a terapia com dieta cetogênica recomenda-se monitorizara cetose, glicemia, os níveis plasmáticos de lipídios, a formação de cálculos renais e o adequado crescimento da criança.

Encontre Ketocal

 

 

Informações destinadas a profissionais da saúde. Ketocal NÃO CONTÉM GLÚTEN.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: Ashrafi MR, Hosseini SA, Zamani GR, Mohammadi M, Tavassoli A, Badv RS et al. The efficacy of the ketogenic diet in infants and young children with refractory epilepsies using a formula-based powder. Acta Neurol Belg. 2017;117(1):175-182. Caraballo R, Vaccarezza M, Cersósimo R, Rios V, Soraru A, Arroyo H et al. Long-term follow-up of the ketogenic diet for refractory epilepsy: multicenter Argentinean experience in 216 pediatric patients. Seizure. 2011;20(8):640-5. Coppola G, Verrotti A, Ammendola E, Operto FF, Corte RD, Signoriello G et al. Ketogenic diet for the treatment of catastrophic epileptic encephalopathies in childhood. Eur J Paediatr Neurol. 2010; 14(3):229–234. Kossoff EH, Laux LC, Blackford R, Morrison PF, Pyzik PL, Hamdy RM et al. When do seizures usually improve with the ketogenic diet? Epilepsia. 2008;49:329-333 Kossoff EH, Zupec-Kania BA, Amark PE, Ballaban-Gil KR, Christina Bergqvist AG, Blackford R et al. Optimal Clinical Management of Children receiving the ketogenic diet: recommendations of the International ketogenic diet study group. Epilepsia. 2009;50(2):304-317 Kossoff EH, Dorward JL, Turner Z, Pyzik PL. Prospective study of the modified atkins diet in combination with a ketogenic liquid supplement during the initial month. J Child Neurol. 2011;26(2):147-51. Kossoff EH et al. Optimal clinical management of children receiving dietary therapies for epilepsy: Updated recommendations of the International Ketogenic Diet Study Group. Epilepsia Open. 2018 Jun; 3(2): 175–192. Nizamuddin J, Turner Z, Rubenstein JE, Pyzik PL, Kossoff EH. Management and risk factors for dyslipidemia with the ketogenic diet. J Child Neurol. 2008;23(7):758-61. Rubenstein JE. Use of the ketogenic diet in neonates and infants. Epilepsia. 2008;49(Suppl 8):30-2. Sampaio LPB. ABC da dieta cetogênica para epilepsia refratária. Rio de Janeiro: Editora DOC Content, 2018. 1a edição, 220 p. Sampaio LPB, Takakura C, Manreza, MLG. The use of a formula-based ketogenic diet in children with refractory epilepsy. Arq. NeuroPsiquiatr. 2017;75(4):234-237. Thompson L, Fecske E, Salim M, Hall A. Use of the ketogenic diet in the neonatal intensive care unit-Safety and tolerability. Epilepsia. 2017;58(2):e36-e39. Uldall P et al. Ketogenic diet for infants is possible with Ketocal. Epilepsia. 2006;47(S3):176. van der Louw E, van den Hurk D, Neal E, Leiendecker B, Fitzsimmon G, Dority L et al. Ketogenic diet guidelines for infants with refractory epilepsy. Eur J Paediatr Neurol. 2016;20(6):798-809. Weijenberg A, van Rijn M, Callenbach PMC, de Koning TJ, Brouwer OF. Ketogenic Diet in Refractory Childhood Epilepsy: Starting With a Liquid Formulation in an Outpatient Setting. Child Neurol Open. 2018;5:2329048X18779497. Worden LT, Turner Z, Pyzik PL, Rubenstein JE, Kossoff EH. Is there an ideal way to discontinue the ketogenic diet? Epilepsy Res. 2011;95(3):232-6.